quinta-feira, fevereiro 09, 2006

Bombardier vai vender terrenos no mercado imobiliário

Imagem retirada de Notícias da Amadora

A Refer e a Bombardier já assinaram o contrato de promessa de compra e venda de 47 por cento dos terrenos que a empresa canadiana detém na Amadora por 7,3 milhões de euros. O espaço destina-se à construção do Centro de Manutenção de Material Circulante da Amadora e à criação de um centro tecnológico geridos pela EMEF. Os restantes 53 por cento dos terrenos são para vender no mercado imobiliário.

Ler artigo completo em Notícias da Amadora - Edição 1624 - 2006.02.09

2 comentários:

Zé Manel Construtor disse...

O melhor da Amadora são - sempre - os prédios.

Ponto Verde disse...

Vergonhoso!!! Mas não espantado...porque será?