sábado, janeiro 28, 2006

Cidades para bicicletas, cidades de futuro


Várias cidades europeias (Amesterdão, Barcelona, Bremen, Copenhaga, Edimburgo, Ferrare, Graz, Estrasburgo, etc.) demonstram todos os dias que uma diminuição do uso do automóvel individual é um objectivo não apenas desejável mas também razoável. Estas cidades aplicam medidas que estimulam o uso dos transportes públicos, da bicicleta e a partilha de veículos, mas também medidas restritivas ao uso do automóvel individual nos seus centros. Estas cidades não prejudicam, antes pelo contrário, o seu crescimento económico ou a acessibilidade do seu centro comercial porque compreenderam que o uso imoderado do automóvel nas deslocações individuais já não pode garantir a mobilidade da maioria dos cidadãos.

Estudo elaborado pela Comissão Européia para o Meio Ambiente. Contém muitos dados estatísticos, gráficos e demonstrações que visam promover a bicicleta como meio de transporte.

Documento em PDF.

http://www.bicicletada.org/new2/html/uploads/cycling_pt.pdf

3 comentários:

Ambientalistas da Amadora disse...

Contactámos todas as freguesias da Amadora (11) e perguntámos sobre a existência de ciclovias ou planos para a construção das mesmas. Até ao momento apenas obtivemos resposta das freguesias de S. Brás e Venda Nova, sendo a resposta negativa quanto à existência e/ou planeamento de construção de vias para bicicletas.

Solariso disse...

Bicicletas,
Quem quer andar de bicicleta por cá está mesmo sujeito a levar com piropos dos condutores.
Até percebermos que nas cidades uma bicleta ocupa muito menos espaço que um carro, que polui menos e em muitos casos se torna mais rápido, todos continuaram a dizer que acharam girissimo em Amesterdão mas que cá não resulta.
Talvez seja perguiça de pedalar.

Ambientalistas da Amadora disse...

Recebemos o seguinte e-mail do Vereador Gabriel Oliveira da C.M. Amadora:

"Exmo. Senhor,
Em resposta ao mail enviado por V. Exa. À Junta de Freguesia da Buraca, cumpre-me informar que, a Câmara Municipal da Amadora encontra-se a concluir o primeiro Circuito de manutenção Urbana, um equipamento emblemático no contexto da Área Metropolitana de Lisboa.

A 1.ª Fase já está a funcionar, percorre toda a Estrada dos Salgados. Presentemente encontra-se em conclusão a 2.ª fase, ao longo da Estrada da Brandoa.

Com os melhores cumprimentos

Gabriel Lorena de Oliveira, Vereador"