quarta-feira, setembro 28, 2005

Eleições 2005 - Propostas Ambientais da Aliança Democrática pela Amadora (PSD-CDS-PPM)




AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA
  1. Assegurar uma efectiva limpeza e higiene urbanas, actuando por quadrícula e apoiando os arranjos em voluntariado. Com este objectivo tomaremos, designadamente, também as seguintes medidas:
    • Criação de uma Empresa Mista de Higiene Urbana ou atribuição, em regime de concessão, do serviço de recolha e transporte de resíduos sólidos urbanos.
    • Incremento da recolha selectiva de resíduos, aumentando os níveis de reciclagem de papel, embalagens, pilhas e matéria orgânica. Adoptar nesta matéria uma política de forte dinamismo, instalando novos ecopontos, implementando em algumas zonas da cidade um sistema de recolha selectiva porta-a-porta e apostando na sensibilização dos cidadãos.
  2. Unir o centro da cidade, rebaixando a linha de caminho-de-ferro e construindo à superfície a futura Alameda Central com jardim. Esta artéria assumirá um papel primordial na vida da cidade, concentrando actividades de comércio e serviços, e ligando as freguesias da Mina e da Venteira, actualmente separadas pela barreira física do caminho-de-ferro.
  3. Criar a Estrutura Ecológica Fundamental, que funcionará como pulmão verde do município e, em simultâneo, possibilitará a realização de longos percursos, a pé ou de bicicleta, em contacto com a natureza. Num concelho sujeito a uma forte pressão urbanística e caracterizado pela mais elevada densidade populacional do país, a criação desta estrutura é prioritária. Os seus principais elementos serão os seguintes:
    • O Parque Florestal do Norte da Amadora, abrangendo as encostas localizadas a sul do traçado da CREL, entre Carenque e o Casal da Fonte Santa. O parque incluirá, entre outras estruturas, um circuito de manutenção.
    • O Corredor Verde Oriental, que se estenderá ao longo da fronteira leste do município, ligando o Parque Florestal do Norte da Amadora ao Parque Florestal de Monsanto. Este corredor seguirá o traçado do IC16 e da CRIL, vias cuja conclusão deverá desenvolver-se em túnel.
  4. Construir a Ciclovia da Amadora, pista que ligará o Parque da Ribeira da Falagueira, no centro da cidade, ao Parque Florestal de Monsanto, através da Quinta do Estado e do Corredor Verde Oriental.
  5. Criar o Parque Municipal da Fonte das Avencas, aproveitando a extraordinária beleza do pequeno bosque aí existente, cuja preservação consideramos essencial. Este espaço será equipado com um parque de merendas.
  6. Adquirir e recuperar a Quinta do Assentista, preciosa jóia localizada no centro da cidade, e aí instalar a Quinta Pedagógica da Amadora. Construída no séc. XVIII, esta Quinta inclui a casa principal e os seus notáveis jardins, cuja integral preservação assumiremos como uma prioridade nesta área.
  7. Valorizar e devolver à população o Jardim das Águas Livres, cuja mata é o prolongamento natural do Parque da Ribeira da Falagueira.
  8. Valorizar o Parque Central, melhorando os espaços verdes, renovando as infra-estruturas desportivas e criando uma zona de restauração.
  9. Transformar a face da Brandoa através da construção de um grande parque florestal na encosta sul da freguesia. Este espaço funcionará como pulmão verde e incluirá estruturas de lazer e desporto destinadas à utilização da população.
  10. Criar Lojas do Munícipe, para que os cidadãos possam aceder de forma mais eficaz aos serviços municipais.
  11. Criar o Provedor do Munícipe, ao qual os cidadãos poderão apresentar reclamações e propostas sobre a gestão do município.

2 comentários:

Anónimo disse...

Um bom programa

Ambientalistas da Amadora disse...

Os Ambientalistas da Amadora reuniram-se hoje com o candidato António Neto da Silva. Foram abordados alguns dos mais urgentes problemas ambientais e sociais do concelho da Amadora. Deixámos algumas propostas ao candidato:

1. criação de hortas comunitárias em bairros sociais
2. criação de equipas de voluntariado jovem pelo ambiente
3. maior aposta em programas de educação ambiental para toda a população
4. combate eficaz aos carros nos passeios
5. criação de ciclovias não apenas para lazer, mas também para facilitar pequenas deslocações no interior do concelho (ir aos correios, ir ao centro de saúde, etc) promovendo assim a diminuição do uso indiscriminado do automóvel

António Neto da Silva disse-nos que as suas propostas ambientais são inteiramente possíveis de concretizar e que, caso seja eleito, a limpeza urbana será prioridade.