quinta-feira, dezembro 29, 2005

Orçamento da Amadora para 2006

Câmara da Amadora aprova orçamento de 100 milhoes

Prioridade dada ao ordenamento do território, cultura e ambiente

A Câmara Municipal da Amadora aprovou esta semana, por maioria, o plano de investimentos, de acções municipais e o orçamento ordinário para o ano de 2006 num valor total de 103.335.000 euros. Esta soma irá ser aplicada em investimentos na área do ordenamento do território, da qualificação urbanística, na protecção do ambiente e na cultura.

Tendo sido estipuladas as três áreas prioritárias ao nível do orçamento para 2006, o executivo municipal acordou em destinar dez milhões de euros para a requalificação urbana; sete milhões para a conservação da natureza e 4,3 milhões para a cultura.

Ao nível do ordenamento do território e da qualificação urbana, o orçamento para 2006 realça as intervenções no âmbito dos programas Proqual e Urban II que irão requalificar o parque escolar da Damaia e Buraca, o jardim de infância da Brandoa e construir um centro cívico nesta freguesia.

Na área da protecção do ambiente, a câmara destaca a realização de obras de ampliação do cemitério municipal, a conclusão da segunda fase do parque urbano da Falagueira e a requalificação de diversos espaços urbanos actualmente dispersos no território do concelho.

O plano para 2006 contempla ainda a racionalização da rega municipal e a requalificação urbanística da Rua Ordem Militar do Hospital e do Aqueduto das Águas Livres na Rua das Indústrias.

No âmbito da cultura, o orçamento centra-se principalmente na construção da Biblioteca Municipal Dr. Fernando Piteira Santos, na freguesia da Reboleira. Este equipamento irá albergar diversas valências, desde zonas de áudio, video, Internet e multimédia, incluindo também um auditório, ula sala de leitura, uma bedeteca e uma zona de exposições.

Para além destes investimentos, a Câmara da Amadora refere em comunicado que no decorrer de 2006 irão ser continuadas diversas acções municipais que comportam um grande investimento por parte da autarquia, tal como "a acção social escolar, onde se verificou a expansão e a consolidação ao nível do fornecimento das refeições escolares do 1º ciclo".

O comunicado destaca ainda "as acções tendentes à conservação do parque habitacional municipal e privado e o apoio aos programas de realojamento e de inclusão sócio-urbanística nos bairros do zambujal, do Casal da Mira, do Casal da Boba e do Casal do Silva".

Catarina Serra Lopes
Público - 24.12.2005

2 comentários:

ezer disse...

O Raposo com tanto dinheiro?Hmm,cheira-me a esturro.Não é por nada,mas o José Luís Judas(sic), a Felgueiras...

Gaspar disse...

Tudo o que melhorar mesmo a qualidade de vida das pessoas da Amadora tem o meu apoio.